transtorno bipolar

O que é transtorno bipolar?

O transtorno bipolar tem este nome pois é uma doença que faz com que o paciente oscile entre dois polos de emoções: a tristeza e a alegria. Estas variações de humor causa alterações comportamentais que caracterizam quadros de depressão ou euforia. A frequência destas alterações pode variar de acordo com a fase da vida que o paciente atravessa, com sua idade, ou mesmo sem ter uma razão específica. A intensidade tanto do estágio de tristeza quanto do estágio de alegria pode ir de leve à grave. Sendo assim, uma pessoa bipolar pode ter apenas uma grande alteração de humor no ano ou mesmo várias oscilações leves durante o mesmo período. O transtorno geralmente começa na adolescência ou no início da fase adulta e, se não tratado, pode durar a vida toda. Na verdade, a bipolaridade não tem cura. O tratamento tem a intenção de controlar os sintomas para quer o paciente restabeleça sua qualidade de vida. Neste artigo, vamos te ajudar a entender melhor o que é o transtorno bipolar, suas fases, causas e tratamentos. Acompanhe.

As fases do Transtorno Bipolar

Euforia: na fase de euforia, também conhecida como fase da mania ou maníaca, um bipolar fica extremamente feliz sem que haja uma razão específica para isso. É uma alegria eufórica sem motivo. Nesta fase, o humor, além de eufórico, pode ser também irritável e arrogante, podendo haver explosões de raiva. Hipomania: é uma fase de euforia mais branda, onde o paciente consegue manter sua rotina, apesar do comportamento acelerado. A fase de hipomania pode ser um alerta para a fase maníaca. Depressão: nesta fase o bipolar apresenta humor deprimido, falta de iniciativa, alterações no sono e no apetite. É comum nesta fase a pessoa não querer sair de casa e nem se relacionar socialmente.

Causas do problema

O transtorno bipolar não tem uma causa específica. O que se sabe hoje é que há um conjunto de fatores que podem desencadear as alterações de humor que caracterizam a doença. Entre eles, podemos citar:
  • Desequilíbrio nos neurotransmissores;
  • Desequilíbrio hormonal;
  • Histórico familiar de parentes com o transtorno;
  • Experiências traumáticas ( abusos sexuais, perdas, estresse agudo);
  • Abuso de álcool e drogas.

Como é o tratamento

O tratamento para o transtorno bipolar pode ser feito com o apoio de uma equipe multidisciplinar. Ela deve envolver profissionais das áreas de psiquiatria, psicologia e neurologia. Como trata-se de um problema de saúde mental complexo, o tratamento pode durar um longo período de tempo. Isso acontece porque, mesmo que os sintomas fiquem mais brandos, os procedimentos terapêuticos não devem ser interrompidos. Para que as oscilações de humor sejam controladas é necessário o emprego de medicamentos específicos que devem ser prescritos pelo psiquiatra, como antipsicóticos, ansiolíticos e antidepressivos. Além deles, o paciente também é encaminhado para a psicoterapia. Como a família também sofre muito quando um ente é portador do transtorno, também é orientada a terapia familiar com pessoas próximas do doente. Todos os métodos utilizados hoje em dia para o tratamento do transtorno bipolar tem como principal objetivo estabilizar os sintomas mais agressivos deixar mais brandas as alterações de humor. Quer saber mais? Clique no banner!
Powered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp